oestepopular
 

SMO: PM faz buscas em casa de homem suspeito de atirar em cachorro

A PM fez todo o trabalho e agora a Civil deve investigar o fato.

Rede Peperi
Foto: rede peperi

O Canil do 11º Batalhão de Polícia Militar de Fronteira de São Miguel do Oeste fez buscas na residência de um homem, de 32 anos, suspeito de atirar e matar um cachorro no bairro Agostini, na tarde desta sexta-feira, 03.

A reportagem da Peperi conversou com a dona do cachorro e também com o homem que está sendo acusado do disparo.

Segundo o suspeito, ele estava em casa, na noite desta quinta-feira, 02, quando o cachorro da vizinha veio e começou a brigar com o seu Pit Bull. Ele contou que tentou afastar o cachorro por algumas vezes e que o mesmo avançou contra ele. Não tendo sucesso para tirar o cachorro de sua casa, ele teria pego uma espingarda de pressão e disparado contra o cão, que saiu.

A dona do cachorro, de raça Husky Siberiano, contou que ele escapou da corrente e foi brincar com o Pit Bull do vizinho, como já teria feito outras vezes. Sabendo que o cão do vizinho era bravo, a jovem teve medo de capturá-lo e também porque achou que não tinha ninguém na residência, afinal todas as luzes estavam desligadas.

Como não conseguiu retirar o seu cachorro do local, ela contou que retornou para casa, quando escutou o disparo de arma e voltou. Foi neste momento que o animal veio pro meio da rua, já sangrando.

Imediatamente, um veterinário foi acionado, porém o Apolo, como era chamado pela família, não resistiu. Eles acreditam que o disparo foi feito por uma arma de fogo e não pela espingarda de pressão, como relata o suposto autor.

O suspeito também contou para a Peperi que auxiliou a família e que o objetivo não era matar o cão, mas sim retirar ele do local.

Imagens


Endereço: Avenida Brasil, nº 148, Centro - Palmitos/SC | CEP 89887-000
Telefone: (49) 9 9102-4755
Whatsapp: (49) 9 9933-0022
E-mail: jornaloestepopular@gmail.com