oestepopular
 
Geral

Criança é picada por coral verdadeira em Cunha Porã

Menina foi transferida para hospital de Chapecó

Fonte: Rádio Líder FM / Ederson Abi / WH Comunicações
Foto: Hospital São José / Rádio Líder

Uma criança de um ano e sete meses foi transferida para o Hospital Materno Infantil de Chapecó após ser picada por uma cobra coral verdadeira no interior de Cunha Porã.

O caso foi registrado pelo Samu de Maravilha às 12h00 de quarta-feira (9) em Linha Incaré.

A cobra era um filhote, segundo as análises feitas pela equipe.

A criança foi flagrada pelos familiares brincando com a cobra no quintal de casa.

A serpente foi morta e a criança encaminhada rapidamente para o Hospital São José de Maravilha pelo Samu.

No local, a cobra foi identificada como coral verdadeira e a menina foi transferida para Chapecó.

De acordo com a gerente de enfermagem do Hospital São José de Maravilha, Marlice Röpke, a unidade possui soros para Jararaca e outras cobras, mas não estava com a aplicação para coral verdadeira.

Ainda, por se tratar de uma criança, houve o rápido encaminhamento para a aplicação no Hospital Materno de Chapecó.

Marlice afirmou que a criança foi atendida com vermelhidão e sinais na mão, mas estava bem, apenas com dor.

Ela ressaltou a importância de levar a cobra junto para rápida identificação do animal, o que foi feito pela equipe junto ao Centro de Informações Toxicológicas de Santa Catarina.

De acordo com o hospital, a criança foi medicada e está em observação em Chapecó.

ACIDENTES COM COBRA

De acordo com o Hospital São José, é comum o registro de acidentes com cobras na região Extremo-Oeste. De acordo com a gerente Marlice Röpke, a unidade recebe vários casos ao longo do ano, principalmente de pessoas adultas.

No caso da criança desta semana, a diferença é a idade (um ano e sete meses).

Marlice diz que acidentes com crianças não são comuns em Maravilha.


Endereço: Avenida Brasil, nº 148, Centro - Palmitos/SC | CEP 89887-000
Telefone: (49) 9 9102-4755
Whatsapp: (49) 9 9933-0022
E-mail: jornaloestepopular@gmail.com